Biografias


Alexandre Cunha

integra a equipe do Canal Brasil há 19 anos, onde atualmente é Diretor de Programação e Aquisição de Conteúdo. Era responsável pelas áreas de Programação, Aquisição de Conteúdo e Logística do canal, onde está desde seu lançamento, em 1998. O jornalista, com MBA em Gestão Empresarial, trabalha na Globosat há 26 anos, com passagens pelos canais GNT e Universal Channel. Escritor de contos nas horas vagas, foi premiado, em 2004, no 1º Concurso Contos do Rio, organizado pelo jornal O Globo e pela Academia Brasileira de Letras. No mesmo ano, publicou seu primeiro trabalho: "Pracinha Xavier", parte integrante do livro "Contos do Rio", da Editora Bom Texto.


Anaïs Colpin

Depois de trabalhar com o chefe de distribuição e festivais na Le Fresnoy – uma escola de filme e artes na França – e no departamento de curtas-metragens do Festival de Cannes, Anaïs Colpin está agora à frente do catálogo Manisfest, desde sua criação em dezembro de 2015. Hoje, Anaïs Colpin trabalha como agente de vendas e distribuidora de festivais para mais de 90 curtas-metragens e 14 produtoras. Com Manifest, ela conseguiu 1330 seleções e 307 prêmios em festivais.


Ariane Fecteau

Jovem profissional da indústria de curtas-metragens e eventos em Quebec, Ariane Fecteau é atualmente responsável pelo Marché du Court do Festival REGARD, que está em sua 23ª edição. Depois estudar na Universidade de Oxford em 2017 e ter participado do Festival Off-Courts Trouville, na França, em 2018, Ariane voltou para sua cidade natal, Saguenay Lac-Saint-Jean, para promover o curta-metragem de Quebec internacionalmente.


Camila Lamha

Jornalista, roteirista e mestre em Comunicação e Cultura pela ECO-UFRJ. Trabalhou na TV Brasil e para a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. Atua como curadora do Canal Curta! e editora de conteúdo do site Porta Curtas desde 2015.


Carla Domingues

Com 15 anos de experiência na área de conteúdo para televisão e cinema, é formada em Jornalismo pela UFRJ, com pós-graduação em Film & Television Business pela Fundação Getúlio Vargas (RJ). Trabalha desde 2003 na Programação do Canal Brasil. Há 7 anos é Coordenadora de Aquisição de Conteúdo do canal, responsável pela curadoria e aquisições de filmes, séries e shows.


Duda Leite

Graduado em cinema pela FAAP, Duda Leite cobriu os Festivais de Cinema mais importantes do mundo (Cannes, Berlim, Veneza, San Sebastian e Clermont-Ferrand) entre 1997 e 2017. Nessas viagens, Duda entrevistou atores, diretores e músicos como Catherine Deneuve, Claudia Cardinale, Robert Altman, Mick Jagger, Jane Birkin, Pedro Almodóvar, Isabelle Huppert, entre outros. Essas entrevistas foram exibidas em canais como Eurochannel, HBO e VH1, além de publicadas em revistas como Playboy, Vogue e Bravo. Duda Leite apresentou e dirigiu o programa Eurocurtas, dedicado a exibição de curtasmetragens, exibido pelo Eurochannel entre 1997 e 2001.
Em 1994, Duda dirigiu seu primeiro curtametragem "Serial Clubber Killer" vencedor do primeiro Festival MIX Brasil. Entre 1995 e 2010 Duda dirigiu vários curtasmetragens e programas de TV. Em 2010 lançou seu primeiro documentário de longametragem "Tikimentary" – em busca do paraíso perdido", sobre uma cultura underground nos Estados Unidos, selecionado para a Mostra de Cinema de São Paulo.
Desde 2013, Duda é curador do Music Video Festival, o maior festival dedicado ao universo do vídeo clipe no Brasil.


Flávio Pougy

Advogado especializado em assessoria legal voltada para a área das artes e do entretenimento, principalmente negociação de direitos, produção, distribuição e demais negócios do audiovisual. Sócio da firma Pougy, Tupinambá Advogados, que atende toda a cadeia produtiva da indústria criativa. Integrou, até março de 2016, o departamento jurídico da Distribuidora de Filmes S/A – RioFilme, empresa pública municipal do Rio de Janeiro, onde por mais de seis anos colaborou com o desenvolvimento de políticas, estratégias de atuação, editais e contratos. Como advogado, procura sempre agir de forma preventiva e mediadora, usando a seu favor a experiência acumulada, também em outras áreas, ao longo de vinte anos de carreira jurídica.


Jaime E. Marinque

Fundador e diretor do Laboratorios Black Velvet, uma empresa de agenciamento cinematográfico integral, com atividades que vão da comunicação à distribuição, passando pela produção. Foi diretor de comunicação e lançou campanhas de mais de 50 filmes colombianos e festivais de cinema, incluindo o FICCI – Festival Internacional de Cartágena, desde 2001 (até hoje). Fundador e diretor do Festival de Curtas-Metragens de Bogotá – BOGOSHORTS e o criador conceitual do BOGOSHORTS Movement.


Joana Macedo

Joana Macedo atua na indústria audiovisual há 20 anos. Tem amplo conhecimento do mercado de televisão e grande experiência em pesquisa, aquisição e venda de conteúdo e estratégia de programação. Trabalhou nos canais de TV paga – Multishow, Bis, Off, Gloob, GNT, Mais Globosat e Viva. Na Synapse, fez pesquisa e aquisição de curtasmetragens para a implementação do site Porta Curtas, aquisição e venda de curtasmetragens para o mercado internacional. Também fez parte, por três anos, do comitê internacional do Curta Cinema e hoje trabalha na Panorâmica, coordenando a área de desenvolvimento de projetos.


Jorge Pelegrino

Diretor-Presidente da Academia Brasileira de Cinema, membro do Conselho Superior de Cinema e sócio da produtora Arpoador Audiovisual, tendo sido presidente do Sindicato dos Distribuidores do Rio de Janeiro por mais de 15 anos. Vice-Presidente sênior de distribuição para América Latina da Paramount, empresa que assumiu o escritório da United International Pictures (UIP) no país, em janeiro de 2007, e diretor de planejamento da distribuidora H2O de 2013 a 2016. Começou em 1974, em funções burocráticas do governo federal, no antigo Instituto Nacional de Cinema (INC), no Concine (Conselho Nacional de Cinema) e na Embrafilme, onde foi superintendente de controle da indústria. Ainda na Embrafilme, ocupou durante alguns anos o cargo de superintendente do mercado externo, quando ampliou a participação do cinema brasileiro no exterior. Em 1984, tornou-se sócio-gerente da distribuidora Cinema Brasil Rio. No ano seguinte, foi gerente para mercado externo da Globo Vídeo. Em 1986, entrou para a UIP, onde assumiu o cargo de gerente geral de vendas; a partir de 1994, o de diretor geral do Brasil; e, em 1998, a Vice-Presidência de Marketing e Vendas da UIP na América Latina. Em 2000, a UIP iniciou a operação de codistribuição de filmes brasileiros com títulos como "Villa-Lobos, uma vida de paixão" (2000), de Zelito Viana, "O dia da caça" (2000), de Alberto Graça, "Tropa de Elite 1", de José Padilha, "Última Parada 174", de Bruno Barreto, "Vinicius", de Miguel Faria, "Raul – O início, o meio e o fim", de Walter Carvalho, entre muitos outros. No ShowEast de 2003, recebeu o prêmio International Achievement in Distribution Award e, em 2012, foi um dos homenageados com o prêmio ShowEast Hall of Fame 2012, conferido a profissionais que contribuíram para a indústria do cinema com distinção, na América Latina, sendo o único brasileiro a receber a distinção.


Linda Olszewski

Linda Campos Olzewski, carinhosamente conhecida na indústria do entretenimento como "Linda O.", é uma das pessoas mais apaixonadas e informadas da indústria do curta-metragem. Membro do AMPAS (Academy of Motion Picture Arts and Sciences) no setor de curtas-metragens e longas-metragens de animação, supervisiona as aquisições de lançamentos do Oscar Shorts Theatrical/VOD/Airlines/iTunes/Amazon desde 2006 e também trabalhou como produtora associada. Cuidou do lançamento de curtas no iTunes durante 5 anos e apoiou vários filmes para concorrerem ao Oscar que acabaram entrando na lista de qualificação e de indicados. Fez parte do júri de mais de 100 festivais internacionais e painéis pelo mundo, oferecendo contratos de distribuição para iTunes, Amazon e qualificação para o Oscar, assim como licenças para TV para ShortsTV™ – The Short Movie Channel e TV Cortos na América Latina. Iniciou sua carreira como cinegrafista de documentários e jornalista no Afeganistão durante a invasão soviética e com os Totonac em Huehuetla, México. Continua fotógrafa ávida, tirando fotografias do mundo do curta-metragem.


Paula Tupinambá

Bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense; inscrita na OAB/RJ sob o n° 116.185; pós-graduanda em Direito da Propriedade Intelectual pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); sócia fundadora do escritório Pougy Tupinambá; membro da Comissão de Direitos Autorais, Imateriais e do Entretenimento da OAB/RJ desde 2015. Atua junto à indústria do Audiovisual e das artes em geral, agregando o conhecimento em Direitos Autorais à experiência de negociação adquirida com mais de 10 anos no mercado financeiro e de capitais. Trabalhou em departamentos jurídicos de bancos nacionais e estrangeiros, operando o societário de empresas e fundos de investimentos, além das áreas de compliance e governança corporativa. Conectada com as novas formas de comunicação pública de obras protegidas desde 2006, participou do processo de criação da primeira webrádio brasileira. Em 2013, iniciou-se na Produção Executiva do longametragem documental "O deserto do deserto", do diretor Samir Abujamra, fazendo inclusive a distribuição do filme, que alcançou 7 praças, Canal Brasil e está agora na plataforma de VOD do NOW.


Ruth Albuquerque

Licenciada em Filosofia e advogada, tem uma longa carreira profissional no audiovisual. Produziu longas como "Gabriela" e "Além da Paixão", de Bruno Barreto, e documentários para TV. Atuou na Ancine, CTAV, Embrafilme, Rede Globo de Televisão e Rede Tupi. Foi responsável pela área de Mercado do FestRio e Rio Cine Festival. Lecionou na PUCRio e na FGV com foco na produção e comercialização de obras audiovisuais, e sobre Direitos Autorais e o Audiovisual.


Tom Oyer

Tom Oyer é diretor associado no Membership and Awards da Academy of Motion Picture Arts and Sciences, onde ele analisa todos os aspectos das categorias documentário e curta-metragem, incluindo regras, submissões, votação, e engajamento e participação dos membros. É o décimo ano de Oyer na Academy.


PATROCÍNIO
COPATROCÍNIO
PROMOÇÃO
PARCERIA
REALIZAÇÃO