Inscrições encerradas


As Inscrições para o Laboratório de Projetos de Curta Metragem estão encerradas. Foram 181 projetos inscritos esse ano.
Os 12 selecionados serão anunciados no dia 31 de outubro.

O Laboratório de Projetos de Curta Metragem do Festival Curta Cinema chega a sua 18ª edição. Neste ano, contamos com a consultoria de Aline Portugal, Martha Ferraris e Daniel Caetano. Para se inscrever leia atentamente o Regulamento e preencha a ficha de inscrição abaixo. Anexe, separadamente, no local indicado: o projeto do curta-metragem (sem identificação de autoria/realização), a folha de rosto do projeto, a autorização do autor no caso do roteiro não ser original e currículo com links para portfólio. Todos os documentos deverão ser anexados em PDF. As inscrições estarão abertas até meia noite do dia 23 de outubro de 2016 (domingo). Serão selecionados 12 projetos.

Ao final do processo, dois projetos serão premiados com serviços cinematográficos que viabilizam a realização do curta-metragem – um projeto em nível nacional e outro que deverá ser filmado no estado do Rio de Janeiro. Poderão participar projetos de curta-metragem de ficção original ou adaptações literárias mediante autorização dos autores.

O laboratório acontecerá durante os dias 4, 5 e 6 de novembro de 2016, no horário das 14h às 18h. No dia 8 de novembro, às 14h será realizada a sessão de pitching dos 12 projetos, aberta ao público. Os selecionados deverão participar de todas as atividades relativas à realização do laboratório.


Consultores

Aline Portugal

Diretora, roteirista, e sócia da Mirada Filmes. Seu primeiro longa-metragem Aracati teve sua estreia mundial na competição internacional do IDFA 2015, e foi premiado no BAL, Laboratório de Projetos em Work in Progress, do BAFICI 2015. Dirigiu, roteirizou e produziu os curtas-metragens Frineia (Prêmio da Crítica no 16o Festival Luso Brasileiro de Santa Maria da Feira, 16a Mostra de Tiradentes, Festival do Rio 2013), Estudo para o vento (Mostra Internacional de São Paulo, Festival Internacional de Montevideo) e Sinfonia (Curta Cinema, Al Jazeera Inter Documentary Film Festival). Atualmente escreve os roteiros dos longas-metragens Coiote, de Sérgio Borges (selecionado para diversos laboratórios, como Br Lab e Tres Puertos) e Corte Real, de Julia De Simone (argumento contemplado no Hubert Bals, fundo do Int. Film Festival Rotterdam). É roteirista da terceira temporada da série Magnífica 70, do HBO. Foi supervisora de roteiro do longa-metragem Mate-me por favor, de Anita Rocha da Silveira (Festival de Veneza 2015), e colaboradora de roteiro em A cidade onde envelheço, de Marilia Rocha (Tiger Competition no Festival Intl. de Rotterdam 2016). Foi coordenadora do curso de Formação Livre em Roteiro, da Academia Internacional de Cinema, e professora da Escola de Cinema Darcy Ribeiro. É mestre em Estudos de Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal Fluminense.

Martha Ferraris

Diretora de produção com mais de 20 anos de experiência, atua em vários setores da produção audiovisual. Na TV, produziu para o GNT séries como Casa Brasileira, Arte Brasileira e Morar (2013/14), para a Central Globo de Produção o curta Palace 2, com direção de Fernando Meirelles (2001) e A justiceira, seriado em 35mm, com direção geral de Daniel Filho (1995/96), além dos documentários Gold diggers para o Discovery Channel inglês, À procura de orfeu negro para a TV francesa Arté, e Justiça para a TV holandesa, entre outros. No cinema produziu curtas-metragens como Dois na chuva (1997), de Miguel Przewodowski, e O cabeça de Copacabana (2000), de Rosane Svartman, além de longas-metragens documentais e ficção, entre eles Em Três Atos (2014), A memória que me contam (2011) e Maré, nossa história de amor (2007) de Lúcia Murat, O sonho de Rose – 10 anos depois (1997), de Tetê Moraes e Bendito fruto (2004) de Sérgio Goldenberg.

Daniel Caetano

Cineasta, produziu e co-dirigiu os longas "Rio em Chamas" (2014) e "Conceição - autor bom é autor morto" (2014), além de curtas e documentários. É professor do Departamento de Artes e Estudos Culturais da UFF. Já foi colaborador de diversas publicações da área de cinema, como Cinética, Contracampo e Filme Cultura. Formado em Cinema pela UFF, tem mestrado e doutorado em Literatura Brasileira pela PUC-RJ.


COPATROCÍNIO
PROMOÇÃO
APOIO
REALIZAÇÃO