Inscrições encerradas


As Inscrições para o Laboratório de Projetos de Curta Metragem estão encerradas. Foram 150 projetos inscritos esse ano.
Os 12 selecionados serão anunciados até dia 18 de outubro.

O Laboratório de Projetos de Curta Metragem do Festival Curta Cinema chega a sua 20ª edição. Neste ano, contamos com a consultoria de Izabella Faya, Júlia Murat e Daniel van Hoogstraten. Para se inscrever leia atentamente o Regulamento  e preencha a ficha de inscrição abaixo. Anexe, separadamente, no local indicado: o projeto do curta-metragem (sem identificação de autoria/realização), a folha de rosto do projeto, a autorização do autor no caso do roteiro não ser original e currículo com links para portfólio. Todos os documentos deverão ser anexados em PDF. As inscrições estarão abertas até meia noite do dia 01 de outubro de 2018 (segunda-feira). Serão selecionados 12 projetos.

Ao final do processo, dois projetos serão premiados com serviços cinematográficos que viabilizam a realização do curta-metragem – um projeto em nível nacional e outro que deverá ser filmado no estado do Rio de Janeiro. Os prêmios consistem em aportes, na forma de prestação de serviço e locação de materiais, oferecidos pelos apoiadores do Festival Curta Cinema 2018. Os prêmios oferecidos aos projetos vencedores terão a duração de 1 (um) ano para serem utilizados. A empresas apoiadores e respectivos prêmios são:

Melhor Projeto Nacional:

  • CTAV – empréstimo de equipamentos (SI-2K e acessórios) por 6 dias;
  • CiaRio – Prêmio no valor de R$10.000,00 (dez mil reais) em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR;
  • Mistika – encode DCP.

Melhor Projeto Carioca:

  • CTAV – empréstimo de equipamentos (SI-2K e acessórios)  por 6 dias;
  • CiaRio – Prêmio no valor de R$10.000,00 (dez mil reais) em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR;
  • Link Digital – encode DCP.

Poderão participar projetos de curta-metragem de ficção original ou adaptações literárias mediante autorização dos autores.

O laboratório acontecerá durante os dias 25, 26 e 27 de outubro de 2018, no horário das 14h às 18h, sendo que no sábado será de 10h às 14h, quando será realizada a sessão de pitching dos 12 projetos, aberta ao público. Os selecionados deverão participar de todas as atividades relativas à realização do laboratório.


Consultores


Julia Murat

Formada em Design Gráfico pela UFRJ e em roteiro pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Julia Murat tem uma longa experiência como assistente de direção, assistente de câmera, e montagem, tendo começado a carreira em 1996. Editou filmes como “OLHAR ESTRANGEIRO”, melhor montagem no Festival de Goiânia , e "MARÉ NOSSA HISTÓRIA DE AMOR" que teve estreia no Festival de Berlim, ambos de Lucia Murat, "OS DIAS COM ELE" (2013), de Maria Clara Escobar, vencedor do Festival de Tiradentes; entre outros. Como diretora realizou em conjunto com Leo Bittencourt , o documentário DIA DOS PAIS (2008), que teve estreia mundial no Festival Cinéma du Réel e brasileira na competitiva do É Tudo Verdade. Seu primeiro filme de ficção “HISTÓRIAS QUE SÓ EXISTEM QUANDO LEMBRADAS”, estreou no festival de Veneza e foi selecionado para mais de 80 festivais no mundo, entre eles Toronto, San Sebastian , Rotterdam , New Directors New Films . "Histórias" ganhou ainda 39 prêmios internacionais, incluindo melhor filme nos festivais de Abu Dhabi, Lima, Sofia, Lessinia, menção especial em San Sebastian; e foi vendido para vários países, incluindo EUA e França. Julia foi, ainda, roteirista, diretora e produtora do longa de ficção “ Pendular” (2017) que participou de diversos festivais internacionais e nacionais ganhando o prêmio Fipresci no Festival de Berlim, entre outros. No mesmo ano lançou o seu Documentário “ Operações de Garantia da Lei e da Ordem” que participou de diversos festivais nacionais como, Mostra de BrasÍlia, Festival de Tiradentes e Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Além disso, Julia foi produtora dos longas “As Herdeiras” de Marcelo Martinesi (melhor diretor e melhor atriz no festival e Berlim, melhor filme em Gramado), do longa documental “Excelentíssimos” de Douglas Duarte (estreia no Festival de BrasÍlia, 2018) do curta “Passeio de família”, de Maria Clara Escobar, e foi produtora associada do filme “I touched all your things” de Matias Mariani e Maíra Buhler, que teve estreia no FidMarseille em 2014.


Daniel Van Hoogstraten

Daniel van Hoogstraten se formou na Pontifícia Universidade CatóliCa do Rio de Janeiro – PUC-RJ e trabalhou como advogado por alguns anos antes de começar a dedicar sua vida profissional à cultura, participando em produções teatrais e audiovisuais.É cofundador e diretor da Syndrome Films, produtora baseada no Rio de Janeiro. Atuou como produtor na coprodução Luso-Franco-Brasileira DIAMANTINO, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt (grande prêmio da Semana da Crítica do Festival de Cannes 2018), no longa FALA COMIGO, de Felipe Sholl (prêmios de melhor atriz e melhor filme do Festival do Rio 2016), nos documentários RAINHAS, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno, e SATÉLITES, de Leonardo Bittencourt, e nos curtas GISELA, de Felipe Sholl, SÓ POR HOJE, de Sabrina Garcia e RAINHAS MINI, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno. Foi produtor executivo do filme MONTANHA RUSSA, de Vinícius Reis (em finalização), produtor criativo de PENDULAR, de Julia Murat, vencedor do prêmio FIPRESCI no Festival de Berlim e coprodutor no documentário RELATOS DO FRONT, de Renato Martins (em pós-produção). Além disso, trabalhou na equipe de produção de diversas obras, como RIO EU TE AMO, LILYHAMMER (sério original Netflix), e ATRAVÉS DA SOMBRA, de Walter Lima Junior. Durante 5 anos, Daniel trabalhou como coordenador geral do RioMarket, o segmento de negócios do Festival do Rio, e também como diretor geral do MediaFundMarket.Com, plataforma de crowdfunding e vendas de conteúdos brasileiros. Foi consultor e coordenou as Rodadas de Negócios e o Transmedia Lab do RioContentMarket, evento o qual ajudou a criar. Ainda, foi gerente de produções e aquisições internacionais da distribuidora brasileira H2O Films. Além disso, Daniel participou do Laboratório para Roteiristas e Produtores Criativos do Binger FilmLab (Amsterdã) e do Rotterdam Lab, organizado pelo Festival Internacional de Cinema de Roterdã.


Izabella Faya

Izabella Faya é sócia da 3 Tabela Filmes e escreveu séries de sucesso como Gaby Estrella, do canal Gloob, indicada ao Emmy Kids e ao Rockie Awards, "Ernesto, o exterminador de seres monstruosos e outras porcarias” para a TV Brasil, onde também foi produtora executiva, e “Os Juacas”, exibida no Disney XD e indicada ao Kids Screen Awards 2018. Idealizou e produziu o longa “Cinco Vezes Chico – o Velho e sua Gente” (2015), que estreou no Festival de Brasília e passou por importantes festivais como o Cinélatino Reencontres de Toulouse. Dirigiu o documentário “Pantanal, A Boa Inocência de Nossas Origens”, ao lado de Eduardo Nunes e é produtora executiva do longa de ficção “Unicórnio”, de Eduardo Nunes, exibido na Mostra Generation da 68a Berlinale (2018) e vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Cinema Luso Brasileiro (2018). Coordenou o Núcleo Criativo Caleidoscópio, é roteirista do longa de ficção DERRAPADA, adaptação do livro SLAM, de Nick Hornby, com coprodução Globo Filmes e direção de Pedro Amorim e assina com Eduardo Nunes o roteiro de "Tempo da Delicadeza", novo longa do diretor.


PATROCÍNIO
COPATROCÍNIO
PROMOÇÃO
PARCERIA
REALIZAÇÃO